Sobre o Congresso

A Arte de exercer a Prática Clínica com Humanidade, Cientificidade e Responsabilidade

O exercício da prática clínica, por qualquer profissional da saúde, é uma arte que tem base científica, mas que não se encerra nela.

Arte, palavra que vem do latim ars, significa técnica e/ou habilidade, que ao longo dos séculos, teve definições distintas que estavam intimamente relacionadas aos contextos histórico, social e cultural da época. Quando nos referimos à prática clínica enquanto arte, estamos relacionando-a à habilidade particular de um profissional em encontrar soluções para determinado problema que seja de seu domínio cognitivo e que esteja comprometendo o estado de saúde de um indivíduo a ele exposto. Deste modo, o médico busca resolver problemas relacionados às doenças, os farmacêuticos aqueles relacionados aos medicamentos, os nutricionistas aqueles relacionados aos alimentos, e assim por diante.

Para exercer a prática clínica com arte, o profissional precisa aproximar-se do contexto do indivíduo que está atendendo e, para isso, a criatividade é essencial. Contudo, para que suas ações sejam resolutivas é necessário embasá-las em informações científicas válidas. Quando o profissional consegue aplicar as melhores evidências científicas ao contexto do paciente, estará agindo com a responsabilidade requerida para contribuir efetivamente na resolução de seus problemas de saúde.

No sentido de capacitar o farmacêutico para realizar atividades clínicas foram estruturados métodos com o intuito de contribuir para o desenvolvimento de seu raciocínio clínico e humanístico. Dentre estes ocupa lugar de destaque o Método Dáder de Acompanhamento Farmacoterapêutico do Paciente, estruturado pelo Grupo de Investigação em Atenção Farmacêutica da Universidade de Granada, que neste ano comemora 18 anos de sua publicação, e que muito contribuiu e vem contribuindo para produzir investigação científica de qualidade sobre a prática clínica farmacêutica e para sua implantação em vários contextos ao redor do mundo.

Para demonstrar o quanto esta prática vem sendo incorporada às atividades do dia a dia do farmacêutico e o quanto a mesma vem contribuindo para otimizar os resultados do uso de medicamentos, optou-se nesta terceira edição do Congresso Brasileiro de Farmacêuticos Clínicos por destacar experiências de profissionais que têm procurado sistematizar seu processo de tomada de decisão clínica a partir da avaliação da farmacoterapia, considerando o contexto do paciente, a realização de intervenções e a avaliação de resultados obtidos com as mesmas, configurando um serviço que pode produzir indicadores que avaliem e retroalimentem a prática clínica farmacêutica ao longo do tempo.

A Comissão Científica encaminhou um grande volume de temas que representam desafios diários dos farmacêuticos que atuam junto aos pacientes. Nem todos puderam ser contemplados neste congresso, mas certamente estarão inseridos em suas próximas edições. Contudo, constatamos, com satisfação, que a maioria dos temas escolhidos merecia ser apresentada no formato de Painel de Relatos de Experiência e poderiam transformar-se em cursos e oficinas que abordassem o “como fazer”, pois já se encontram suficientemente amadurecidos para serem compartilhados e implantados por farmacêuticos independentemente de seus locais de origem, o que foi planejado nas atividades pós-congresso.

Uma inovação nesta edição foi sua transmissão integral ao vivo para o Brasil e países da América Latina, Europa e África, o que permitiu ampliar e democratizar as discussões de temas de grande relevância para os pacientes e para a sociedade.

Esperamos nesses dois dias de congresso e de cursos e oficinas pós-evento contribuir para o aprimoramento e avanço da prática clínica farmacêutica e para fazer com que os profissionais que dela se ocupam estejam seguros de que com responsabilidade, cientificidade e humanidade será possível fazer com que a arte de exercer a clínica traga benefícios concretos e duradouros para os indivíduos que utilizam medicamentos em busca de soluções para seus problemas de saúde.

Aguardamos você no PCARE 2018!!